Acupuntura: conheça tudo sobre

A acupuntura engloba todos os fundamentos desta técnica oriental de tratamento, atualmente popular e presente em vários lugares do mundo, principalmente no Brasil. 

No post de hoje falaremos um pouco mais sobre acupuntura e os seus benefícios para a saúde como um todo.

O que é acupuntura?

A acupuntura é um método terapêutico de origem chinesa, que se caracteriza pela inserção de agulhas na superfície da pele para tratar doenças e promover a saúde.

A técnica surgiu há aproximadamente 5 mil anos na China e é reconhecida como especialidade médica desde 1995, pelo Conselho Federal de Medicina. 

A acupuntura consiste no uso de agulhas em algumas partes estratégicas do corpo, chamadas de meridianos, linhas imaginárias que possuem os locais de aplicação das agulhas, conhecidos como pontos.

Por trás dessa terapia, há a cultura chinesa e as crenças orientais. Por exemplo, existem 365 pontos, para representar todos os dias do ano, e exatamente 12 meridianos, que simbolizam os meses. A acupuntura é baseada no conceito de energia, sendo ela dividida em três tipos: 

  • Energia ancestral;
  • Energia respiratória;
  • Energia da alimentação.

É com base nisso que a técnica é administrada. Os pontos onde as agulhas são colocadas são em locais de resistência elétrica do corpo, e por isso, são pressionados para provocar o seu relaxamento.

Vale ressaltar que além dos fundamentos culturais, existe uma base fisiológica e científica da acupuntura, e todos os locais onde o tratamento é ministrado, são pontos cientificamente estratégicos.

Como funciona a acupuntura?

 Nos últimos cinquentas anos, pesquisas científicas realizadas tanto na China como no Ocidente, revelaram os mistérios dos efeitos da acupuntura. Seu mecanismo de ação tem sido demonstrado por bases fisiológicas pela ciência atual.

A inserção da agulha de acupuntura estimula as terminações nervosas existentes na pele e nos tecidos subjacentes, principalmente os músculos, gerando uma mensagem por esses estímulos seguindo pelos nervos periféricos até o sistema nervoso central (medula e cérebro). 

Quais são os benefícios da acupuntura?  

A acupuntura tem como objetivo tratar de variadas doenças, reduzindo seus sintomas, deixando o corpo mais saudável e dando reabilitação da qualidade de vida. Dentre seus principais benefícios, estão:

  • Doenças respiratórias: sinusite, rinite, bronquite e asma;
  • Distúrbios do sono: excesso de sono ou insônia;
  • Doenças gastrointestinais: gastrite e a prisão de ventre;
  • Ansiedade e estresse: a acupuntura atinge os pontos de tensão proporcionando relaxamento, tanto do corpo, como da mente;
  • Problemas ortopédicos: problemas nos ossos podem ser amenizados por meio do método de acupuntura;
  • Complicações menstruais: problemas relacionados ao ciclo menstrual, como a mudança da frequência ou cólicas;
  • Desregulação do metabolismo: a acupuntura auxilia a acelerar o metabolismo, evitando futuros danos à resistência física;
  • Enxaqueca e dor de cabeça crônica: além dessas, outras doenças crônicas, também podem ser tratadas por meio da acupuntura. 

Como é feito o atendimento?

O atendimento é feito por um profissional acupunturista e a técnica vai além do que

simplesmente inserir agulhas no corpo do paciente. Essa é apenas uma das etapas de uma série de procedimentos que obedece à mesma sequência de uma consulta médica de outra especialidade. 

Durante a anamnese, as histórias dos pacientes e suas queixas são ouvidas e anotadas. Em seguida, é realizado um exame físico e, quando necessário, são solicitados exames complementares.

Isso permite ao médico a elaboração de um diagnóstico clínico. A partir deste diagnóstico é que o médico decide se a acupuntura é indicada para aquele caso clínico e se há a necessidade de prescrever alguma medicação, bem como associar outra forma complementar de tratamento. 

Por fim, o médico estabelece um prognóstico, informando ao paciente sobre as possibilidades de sucesso do tratamento da acupuntura.

O tratamento de acupuntura tem risco?

Sendo bem praticada, a técnica de acupuntura é segura. Porém, o risco mais prevalente, na verdade, não é a própria acupuntura, mas sim, a sua prática por profissionais sem a devida qualificação.

É fundamental lembrar que o uso de um método invasivo, perfurante, sem formação específica têm resultado como negligência, imperícia e imprudência, como infecções, transmissões de doenças por falta de agulhas descartáveis, perfurações e até mesmo lesões.  E é o que contribui para agravar ainda mais possíveis ocorrências.

O fato é que, ao realizar a acupuntura por qualquer pessoa leiga no assunto, esta dificilmente terá discernimento para perceber o que pode ter provocado um efeito adverso e de corrigir corretamente o dano causado. 

Por isso, o paciente lesado poderá ter uma demora maior para ser diagnosticado devidamente e realizar um tratamento eficiente e adequado para o seu caso. 

É preciso interromper outros tratamentos?  

Não, na maioria das vezes a técnica da acupuntura associada com outras formas de tratamento é realmente benéfica para o paciente. 

Porém, somente após a realização de uma consulta e a definição do diagnóstico é que o médico pode determinar qual o tratamento mais adequado para cada caso clínico, podendo ser associados à acupuntura, medicamentos, fisioterapia e outros métodos complementares de tratamento.

As agulhas podem transmitir doenças? 

 A acupuntura deve ser realizada exclusivamente com material descartável, de acordo com a normatização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

No entanto, alguns profissionais sem formação adequada insistem na reutilização das agulhas. 

É essencial saber que esta técnica pode causar diversas doenças, dentre elas hepatites, meningites, mastoidites, encefalites, etc. Cabe ressaltar que as agulhas nunca devem ser reaproveitadas, nem no mesmo paciente, por que uma vez que a agulha é guardada pode estar contaminada. 

Quer saber mais sobre acupuntura? Agende sua consulta na Ortopedia Daniachi. 

Artigo escrito por Dr. Daniel Daniachi

Currículo lattes