Cirurgia no quadril: saiba como funciona e os cuidados pós-cirurgia

O principal objetivo da cirurgia no quadril é a retomada de uma vida ativa e sem dor. Dúvidas são frequentes a respeito da recuperação, especialmente quanto a alguns pontos específicos, como quando voltar a dirigir, realizar esportes e subir escadas.

Um programa de reabilitação organizado ajuda os pacientes nestas questões e ainda acelera a recuperação da função e o retorno  às atividades. 

Em alguns casos, a recuperação da cirurgia no quadril varia de seis meses a um ano, sendo sempre indicado fazer fisioterapia, que pode começar logo no primeiro dia do pós-operatório.

Mas antes de falarmos mais sobre os cuidados pós cirurgia no quadril, vamos entender como ela funciona!

O que é a cirurgia no quadril?

A cirurgia de prótese de quadril é um procedimento que remove a articulação doente, geralmente com desgaste e perda de cartilagem, colocando em seu lugar uma articulação artificial.

O principal objetivo da prótese é preservar a movimentação da articulação, retirar a dor e garantir qualidade de vida do paciente.

Normalmente, o paciente é submetido a cirurgia, quando apresenta:

  • Dor no quadril que limita as atividades do dia a dia, como caminhar ou se curvar;
  • Dor no quadril mesmo durante a noite;
  • Rigidez no quadril.

A cirurgia no quadril é indicada quando, depois que todos os outros tratamentos conhecidos foram realizados, não houve melhora significativa da dor.

Quais são os exercícios indicado após a prótese de quadril

Após a colocação da prótese de quadril, é recomendado fazer exercícios que melhoram a movimentação do corpo e as contrações isométricas na cama ou sentado. 

Com o passar dos dias, os exercícios vão progredindo, à medida que a pessoa vai apresentando algum avanço.

Os principais exercícios após a cirurgia no quadril devem ser orientados pelo fisioterapeuta, pois podem variar de uma pessoa para outra. No entanto, eles têm o intuito de fortalecer os músculos, melhorar o movimento do quadril e aumentar a circulação sanguínea, evitando a formação de coágulos. São eles:

  • Exercícios na piscina: podem ser realizados após 10 dias da cirurgia. Sendo assim, é possível ter um relaxamento e diminuição do espasmo muscular. Também é possível usar pequenos equipamentos flutuantes, como halter, colar cervical, palmar, caneleira e prancha.
  • Alongamentos: podem ser realizados a partir do primeiro dia do pós-operatório, com a ajuda do fisioterapeuta. São importantes para manter a amplitude dos movimentos.
  • Caminhada leve: usando muletas ou andador e o tempo varia de acordo com o tipo de cirurgia que foi realizada.

Quais são os cuidados para não deslocar a prótese de quadril

Os cuidados para evitar que a prótese de quadril saia do local são: não cruzar as pernas, não apoiar todo o peso do corpo na perna com a prótese e manter a perna com a prótese esticada.

Esses cuidados são muito importantes principalmente nas primeiras semanas pós-operatório, mas também devem ser mantidos ao longo do tempo. 

E por fim, para facilitar a recuperação, é importante cuidar bem da cicatriz, e por isso o curativo deve ser mantido sempre limpo. 

Para o alívio da dor, normalmente é permitido colocar uma compressa fria e deixar durante 15 a 20 minutos. A retirada dos pontos é feita no hospital após 10 dias.

Artigo escrito pelo Dr. Daniel Daniachi

Ortopedista e Traumatologista especialista em Cirurgia do Quadril