A artrose, também conhecida como osteoartrite, é uma doença que afeta as articulações, da qual provoca o desgaste da cartilagem que reveste a extremidade dos ossos. Além disso, a artrose também pode comprometer outras partes como o tecido e o líquido celular (membrana sinovial) e os ligamentos.

A saber, segundo estudos do Ministério da Saúde, a artrose atinge cerca de 15 milhões de pessoas no Brasil e que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) essa é a quarta doença que mais reduz a qualidade de vida para cada ano vivido.

A artrose gera um processo de dor desconfortável, uma vez que, danifica a parte responsável que evita o atrito entre os ossos (cartilagem articular), bem como, a que promove o “deslizamento”  durante a movimentação das pernas, mãos, coluna, joelhos e o quadril.

É importante que se busque ajuda para tratar a artrose, pois ela tende a aumentar os danos nas articulações de forma progressiva, assim como a dor e as funções do membro afetado também podem ser acometidas com maior intensidade.

Artrite e Artrose: entenda a diferença

Embora a artrite e a artrose tenham sintomas semelhantes, elas são doenças que afetam áreas diferentes, e aqui na Ortopedia Daniachi, oferecemos tratamento para ambos os casos.

A artrite é conhecida por ser a doença-base da artrose, logo, se o paciente já sofre dela, precisa cuidar para evitar sua evolução.

Portanto, a artrite, chamada também de artrite reumatoide, é uma doença que causa inflamação das articulações, definida como uma doença autoimune, da qual o corpo começa a “atacar” o tecido da articulação, como se fosse uma infecção, vírus ou bactéria.

Já a artrose, como dito inicialmente, é caracterizada pelo desgaste, consequentemente, a degeneração da cartilagem (articulação) entre os ossos.

O que há de semelhante entre elas também, é a questão da doença ser progressiva, e que se não tratada, pode comprometer a vida profissional e pessoal de um indivíduo.

Artrose e as articulações

A princípio, a artrose pode se apresentar em qualquer articulação, porém, em certas articulações, ela costuma ser mais comum:

  • Articulações do joelho e quadril, sendo elas que promovem a sustentação do corpo, e que até a mesmo o sobrepeso e obesidade, podem se tornar um problema e ocasionar a artrose nessas regiões, dificultando caminhar ou fazer atividades esportivas ou domésticas;
  • Articulações da região do pescoço, início e final da coluna, onde, além de dores, a movimentação pode ser comprometida.;
  • As articulações das mãos e das juntas dos dedos, em especial o dedo polegar, costumam ser afetados pela artrose, desencadeando dores, inchaços, deformações e dificuldade em pegar pequenos objetos;
  • Articulação do ombro, pode ser acometida pela artrose, seja por sobrecarga de peso, especialmente quando a elevação é superior ao nível do ombro provocando sintomas de dor no ombro que irradia para o pescoço e dificuldade de movimentação do braço. 

Qual é a causa da artrose?

Embora a artrose não possua causas específicas, há fatores que podem aumentar a predisposição para o surgimento da doença.

Algumas delas são os componentes genéticos (hereditariedade), obesidade e diagnósticos prévios de problemas nas articulações, entre outros:

  • Esforços físicos repetitivos de atividades físicas e laboral;
  • Traumas anteriores na região afetada;
  • Artrite reumatoide;
  • Tratamento com base em injeções de cortisona intra-articular;
  • Doenças metabólicas e endócrinas (hipotireoidismo);
  • Diabetes;
  • Gota (artrite gotosa);
  • Doença óssea de Paget (doença crônica adulta que causa deformação óssea).

Artrose e seus sintomas

O sintoma principal da artrose é dor na articulação afetada, que pode vir acompanhada de inchaço, sensibilidade e rigidez, que podem também alterar as tarefas do dia a dia, onde pode surgir dificuldade em movimentar-se ou manipular objetos dependendo do local.

Os sintomas, entretanto, não surgem de forma tão evidente no começo, em que o indivíduo pode não achar necessário a visita a um ortopedista. Porém, se faz necessário o acompanhamento médico, para que exames clínicos e de imagem possam ajudar no diagnóstico preciso e tratamento adequado.

No caso de sintomas da artrose na região da coluna, é preciso uma atenção a mais, considerando que a doença causa o desgaste, inclusive de outras áreas não somente da articulação, para evitar complicações como a destruição dos nervos da coluna vertebral, levando à perda de sensibilidade e força muscular.

Qual o melhor tratamento para artrose?

O tratamento para artrose é feito especialmente por meio de remédios e fisioterapia. Com esses métodos, o paciente pode diminuir o avanço da doença e manter uma boa qualidade de vida. Acompanhe abaixo as opções utilizadas para terapia:

  • Remédios para alívio da dor e inflamação;
  • Infiltração do joelho com ácido hialurônico que atua na melhora do líquido sinovial articular;
  • Fisioterapia com uso de compressas de água quente, ultrassom terapêutico e LASER;
  • Correntes elétricas (eletroterapia) em caso de dores e inflamações intensas;
  • Exercícios apropriados ao paciente, como fortalecimento;
  • Pilates como reabilitação e recuperação.

Tratamento cirúrgico para artrose

Quando há um grande desgaste das articulações, é possível que o tratamento mais indicado seja cirurgia, onde dependendo do local da artrose, por exemplo, nas mãos ou no joelho, terá um procedimento cirúrgico adequado para cada um.

O tratamento cirúrgico, basicamente, pode ser utilizado para inserção de próteses parciais ou totais, ou reposicionamento ósseo.

Como prevenir a artrose

A maioria das doenças ortopédicas poderiam ser evitadas com cuidados simples, ao longo da vida, começando, em primeiro lugar, pela visita regular ao ortopedista, seja desde a infância até a terceira idade.

Assim sendo, o acompanhamento é importante para o crescimento saudável dos ossos, manutenção e cuidados extras, quando se chega nos 40 a 50 anos, independente de a pessoa ser praticante de esportes ou não. Contudo, alguns cuidados básicos podem ser realizados:

  • Evitar a pressão exagerada sobre os joelhos, durante a elevação de objetos;
  • Manter um peso ideal ao longo da vida;
  • Praticar exercícios físicos regularmente, sob supervisão profissional e na medida certa;
  • Para atividades de escritório ou domésticas, fazer alongamentos e aquecimentos ao longo de uma tarefa, além das pausas de descanso, são fundamentais para evitar lesões, dores e a própria artrose.

Evite que a artrose e seus sintomas diminuam sua qualidade de vida. Agende uma avaliação na Ortopedia Daniachi.