Acupuntura

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) tem uma história muito rica e antiga. É uma prática milenar, que até os dias de hoje, ainda é muito utilizada como forma de tratamento. Fundamenta-se em uma estrutura teórica sistemática e abrangente, de natureza filosófica, que tem como base o reconhecimento das leis fundamentais que governam o funcionamento do organismo humano e sua interação com o ambiente, seguindo os ciclos da natureza e procurando aplicar esta abordagem, tanto ao tratamento das doenças, quanto a manutenção da saúde. Fazem parte da MTC: a acupuntura, auriculoterapia, fitoterapia, dietoterapia, tuina, Tai Chi Chuan, ventosaterapia e Chi Kung.

A Acupuntura é uma parte importante da Medicina Tradicional Chinesa. Consiste na estimulação de pontos específicos do corpo, com aplicação de agulha filiforme, que estimula a liberação de neurotransmissores endógenos. Durante um tempo longo de prática, os médicos das diversas dinastias chinesas desenvolveram e aperfeiçoaram esta especialidade, que abrange várias teorias básicas, tais como o Yin e o Yang, os cinco Movimentos, os Zang-fu (órgãos e vísceras), Qi-Xue (energia e sangue), assim, como vários métodos de manipulação de agulhas e experiências clínicas importantes do tratamento, seguindo os sintomas e sinais, fazendo com que a acupuntura seja uma terapia muito eficaz na China. Esta terapia apresenta bons resultados diante de muitas enfermidades, tanto agudas, quanto crônicas e possui vantagens acentuadas sobre outras, os instrumentos utilizados são simples, económicos e de fácil domínio, seguros e sem efeitos colaterais.

É uma forma de tratamento muito eficaz para diversas enfermidades, como dor cervical, dor lombar, dores osteo musculares em geral, insônia, enxaqueca, cólicas menstruais, ansiedade, depressão, tensão emocional, fibromialgia, gastrite, constipação, diarreia, asma, alergias entre outras.