Fisioterapia

Quando sofremos lesões ou algum problema muscular, o médico pode sugerir um acompanhamento com um fisioterapeuta para acelerar a recuperação. Sua intervenção ainda ajuda o corpo a associar melhor os medicamentos. O interesse por terapias como forma de tratamento vem desde os povos mais antigos, como os gregos.

Mas afinal, você sabe o que é fisioterapia?

Fisioterapia: você conhece esta especialidade?

A fisioterapia é a especialidade responsável pelo estudo, diagnóstico e recuperação de pacientes com problemas funcionais, que podem acometer todos os órgãos do corpo humano. Dessa forma, ela trabalha com doenças causadas por alterações genéticas, traumas e enfermidades adquiridas.

Assim, de forma geral, seu objetivo é a preservação, desenvolvimento e restauração da integridade de órgão, sistemas e funções do corpo humano.

O fisioterapeuta é o profissional capacitado a avaliar lesões nos pacientes, a partir do seu diagnóstico, aplicando e gerenciando tratamentos, utilizando meios físicos para tal. Estes meios incluem correntes elétricas, exercícios específicos, laser terapêutico, entre outros. Eles trabalham músculos de forma isolada, assim como pele e articulações, recuperando movimentos ou tratando disfunções em áreas específicas.

Para realizar tais tratamentos, o profissional baseia-se em mecanismos previamente estudados e estruturados, que englobam ciências morfológicas, bioquímica, biofísica, sinergia funcional, além de disciplinas comportamentais e sociais.

Fisioterapia

Atividades principais do fisioterapeuta

O campo da fisioterapia é extremamente amplo. Dessa forma, o profissional pode exercer diversas atividades, além de atuar nas mais diferentes áreas. Assim, ele está apto a:

  • Auxiliar na recuperação de pacientes que foram submetidos a cirurgias, a partir de exercícios e técnicas de alongamento;
  • Evitar problemas circulatórios e de postura em gestantes;
  • Orientar exercícios para pessoas que possuem alguma doença crônica, como doenças respiratórias, asma, bronquite, entre outras;
  • Tratar deformidades na coluna, muito comum nos tempos atuais, devido a má postura;
  • Utilizar técnicas e terapias para melhorar a circulação do movimentos em pacientes com traumas musculares, fraturas e luxações.

Entre as áreas mais comuns de atuação deste profissional estão:

  • Geriátrica e gerontológica - trata as disfunções referentes ao envelhecimento;
  • Dermatofuncional - afecções dermatológicas;
  • Pediátrica - trata as enfermidades ortopédicas associadas ao recém nascidos e crianças;
  • Neurofuncional - visa o estudo de distúrbios neurológicos que envolvam ou não disfunções motoras.
  • Esportiva - focada em atividades esportivas, atuando na prevenção e recuperação de lesões.
  • Oncofuncional - atua na prevenção de distúrbios causados pelo tratamento oncológico.
  • Manipulativa - área específica que trata de condições neuro-músculo-esqueléticas. Ela usa abordagens de tratamento específicas, incluindo técnicas manuais e exercícios terapêuticos.
  • Orofacial - em conjunto com a odontologia e fonoaudiologia, trata de disfunções da articulação, além de tratar disfunções relacionadas de problemas oculares, no pós-operatório de cirurgias plásticas faciais.
  • Respiratórias - engloba o conjunto de procedimentos fisioterapêuticos que promovem a dinâmica respiratória e a distribuição de ar inalado no pulmão.

Você conhece as vantagens associadas à fisioterapia?

Antes de qualquer coisa, é importante salientar: incluir uma rotina de fisioterapia no seu dia a dia é um elemento fundamental para manter sua postura correta, melhorar os hábitos de vida, e consequentemente, sua qualidade de vida.

Muitas pessoas associam a prática apenas para recuperação de lesões. Mas saiba que vai muito além disto. Ela pode ter uma abordagem preventiva, que como o nome já diz, ajuda a prevenir o surgimento de doenças e problemas do corpo.

A forma preventiva é muito usada por atletas e pessoas idosas. Contudo, pode ser adaptada a qualquer idade. Sua função principal, como dito anteriormente, é proporcionar uma vida com mais qualidade de vida.

Inclusive, ela pode ser uma ferramenta poderosa ao complementar qualquer atividade física. Ela é de fácil adaptação a realidade do indivíduo, e respeita suas limitações, necessidades e riscos. O tratamento é justamente identificar os problemas, e trabalhar em cima deles.

Dessa forma, podemos enumerar algumas das principais vantagens dessa prática. Vamos conhecer?

Diminuição de dores

As dores ocorrem por vários motivos. Prática de atividades físicas, esforços físicos incorretos, mau hábito postural, contusões são algumas das causas das dores. Um fisioterapeuta está habilitado para realizar essa reabilitação física e funcional, diminuindo as dores, mesmo que sejam apenas musculares.

Melhora do sono

Existem processos terapêuticos associados à fisioterapia, que são capazes de tratar esses problemas e assegurar uma qualidade de sono.Eles agem em todo corpo, mente e organismo!

Auxílio para a prática de alguma atividade física

A prática de exercícios físicos equilibrados é fundamental. Se você puder fazê-los de forma correta, sensata e adequada, é melhor ainda. Com ajuda da fisioterapia, você poderia evitar futuros incômodos e dores ocasionadas por uma atividade física sem orientação.

Melhoria em doenças respiratórias

Exercícios respiratórios também são fundamentais para melhorar a respiração e mobilizar os músculos ventilatórios. Ela pode ainda ajudar pacientes com problemas respiratórios, quando o paciente, muitas vezes, encontra-se respirando com a ajuda dos aparelhos.

Auxílio em problemas urinários

A incontinência urinária é um problema presente na vida de homens e mulheres. Para isto, existe a fisioterapia uroginecológica. Essa área da fisioterapia é responsável por tratar vários tipos de distúrbios perineais.

Endereço

Rua Rosa e Silva 154
Higienópolis - SP

Siga-nos
Telefone
Responsável Técnico
  • Dr. Daniel Daniachi - CRM 117036