Ortopedia

Ortopedia

Você já deve ter ouvido falar sobre ortopedia. Ou, ao longo da vida, já deve ter ido à consulta de um ortopedista!

Você sabia que a ortopedia é uma das áreas da medicina que apresenta um dos maiores leques e opções de atuação? O médico ortopedista pode atuar em diferentes áreas do corpo humano, todas aquelas que envolvem nosso sistema músculo esquelético, como mãos, pés, joelho, quadril, etc.

Para entendermos melhor todo o contexto, vamos explicar melhor os conceitos relacionados a esta especialidade médica.

Afinal, o que é ortopedia?

Também conhecida como traumato-ortopedia, a ortopedia é a especialidade médica que faz uso de métodos físicos, clínicos ou cirúrgicos para tratar, acompanhar e corrigir lesões e deformidades ósseas que atingem nosso sistema músculo esquelético.

Isso inclui tendões, articulações, ligamentos, músculos, ou seja, tudo que se relaciona de alguma forma a nosso aparelho locomotor e estruturas associadas.

De forma geral, seu conceito está ligado também a traumatologia, especialidade médica responsável por lidar com lesões corporais (traumas), incluindo membros superiores e inferiores.

Dessa forma, há também uma ligação muito forte com a área esportiva. Atletas de alta performance ou mesmo amadores, sofrem diariamente com lesões. A ortopedia trata e restaura as funções dos segmentos comprometidos, devolvendo aos atletas a funcionalidade.

Médico ortopedista

Como dito anteriormente, o profissional responsável pela área da ortopedia é um ortopedista. Trata-se de um profissional apto a atuar em estudos, tratamentos, acompanhamentos e procedimentos cirúrgicos, ligados à locomoção humana. Atua também na prevenção de doenças que afetam ligamentos, músculos, ossos e articulações.

Além disso, suas atividades também estão ligadas a solicitação de exames, estudos de casos, prescrição de medicamentos, realização de consultas e fazer o encaminhamento para outros especialistas (quando o caso requer uma abordagem multidisciplinar).

Entre os principais exames que podem ser solicitados pelo ortopedista, temos:

  • Tomografia: exame que possibilita uma visão privilegiada da ara da lesão, por meio de radiação ionizante;
  • Ressonância magnética: por meio da radiofrequência, é possível transmitir dados detalhados sobre tecidos e órgão internos, sem a necessidade de radiação ionizante;
  • Raio-x: exame que indica a posição exata da posição da fratura e fragmento de ossos, além de possíveis danos às articulações e outros e tecidos adjacentes;
  • Ultrassom: muito utilizado em outras áreas médicas. A ortopedia também usa para avaliações de lesões, podendo ser parte essencial no processo de decisão médica em relação ao melhor tratamento;
  • Densitometria: exame que mede a densidade dos ossos. Indica-se qme casos de osteopenia e osteoporose.

Diante disto, uma pergunta vem à tona: com uma atuação tão ampla, quais são as doenças que um ortopedista pode tratar?

Te explico no nosso próximo tópico!

Você conhece as principais doenças tratadas por um ortopedista?

Como dito no começo do nosso texto, o leque de atuação de um ortopedista é bastante extenso. A própria área médica precisa de atuações específicas, pois o nosso corpo é exposto, diariamente, às mais diversas condições.

Em que sentido? Dores na coluna, por exemplo? Necessitam de um ortopedista que tenha especialidade nessa área. Se eu estiver com dores no joelho, preciso de um médico nesta área, e assim por diante. Ou seja, para cada parte que envolve a parte musculoesquelética do nosso corpo, há uma solução!

Essas especializações hoje, são requisitos importantes no mercado do trabalho que cerca a ortopedia. A SBOT (Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), estima que há mais de 10 mil profissionais atuando em todo o território nacional.

Em geral, entre as principais doenças tratadas por este profissional, temos:

  • A artrite e artrose;
  • As entorses;
  • Hérnias de disco;
  • Joanetes (condição que afetam os ossos dos pés);
  • A lombalgia (dores lombares);
  • Bursite;
  • Ruptura de ligamentos;
  • Fraturas;
  • Problemas no crescimento;

Entre outras condições.

Inclusive, é bastante comum que o ortopedista atue com uma equipe multidisciplinar, que inclua fisioterapeutas, por exemplo. Isto promove resultados ainda melhores, além, é claro, de um tratamento mais completo de forma geral!

Você sabe quando deve procurar um profissional da ortopedia?

Dores. Um dos principais motivos que nos levam a procurar um médico. Você concorda comigo? Contudo, é importante ficar ciente que a procurar por este profissional, pode, e deve ser feita também de forma preventiva!

Em suma, entre os principais fatores que nos levam a procurar um ortopedista, estão:

  • Fraturas, lesões e traumas, ligadas ou não a prática esportiva;
  • Deformações ósseas ou articulares, congênitas ou adquiridas;
  • Redução da flexibilidade das articulações;
  • Dores frequentes nas estruturas que englobam nosso sistema músculo-esquelético;
  • Limitações funcionais;

Entre outras.

É importante também, que adotemos medidas preventivas, que ajudam a evitar esses problemas ou amenizar os já existentes. Entre as principais, destacam-se a prática de exercícios físicos regulares (com acompanhamento profissional), ingerir alimentos ricos em fibras, cálcio e proteínas, e adoção de um estilo de vida saudável, que priorize as boas práticas relacionados à saúde e bem estar (inclui também a saúde mental e o equilíbrio emocional diário).

Dúvidas? Entre em contato com a equipe da Clínica Daniachi!

Endereço

Rua Rosa e Silva 154
Higienópolis - SP

Siga-nos
Telefone
Responsável Técnico
  • Dr. Daniel Daniachi - CRM 117036